Cappuccino Diet – Loja Rei do Mate!

Pessoal,

basta fazer 19° e 20° para todos os soteropolitanos tirarem os casacos, camisas de linha, de gola alta e de mangas compridas do guarda-roupa! kkkk Sendo assim essa temperatura ja pede uma bebida mais quente como um vinho, um conhaque, uma pinga(rsrsrsrs)…mas para nós diabeticos que NÃO devemos ingerir com frequência bebida alcoolica….um bom cappuccino é uma delicia!!!!

Descobri que na Loja do Rei do Mate tem um Capuccino DIET  – CAFE DE CANTO maravilhoso super cremoso!!!!… e além de comprarmos pronto, podemos comprar o quilo!!!! 1kg custa R$ 36,00….preço um pouquinho salgado né?! Mas olha…dá para MUITOSSSSSS cappuccinos e a validade é de 1 ano!!!!!

Laiara 🙂 🙂 🙂

Anúncios

Novas Tecnologias no Tratamento do Diabetes – ATTD 2012

É muito saber que os avanços tecnologicos estão cada dia melhores… Eu sempre me perguntava se a tecnologia veio para nos ajudar ou para nos tornar escravos dela, MAS a cada dia reconheço que VEIO PARA NOS AJUDAR, basta a gente conseguir o EQUILIBRIO…como TUDO na vida!

beijossss! 🙂

Novas Tecnologias no Tratamento do Diabetes – ATTD 2012

Seg, 13 de Fevereiro de 2012 15:37

Realizou-se em Barcelona, no período de 08 a 12 de Fevereiro 2012, o The 5th International Conference on Advanced Technologies & Treatment for Diabetes, um Congresso focado em inovações no tratamento do diabetes.

O Editor de Tecnologia do Portal SBD, Dr. Marcio Krakauer, participou do evento bem como os pesquisadores e especialistas brasileiros, com destaque para o Presidente da SBD, Dr. Balduino Tschiedel, o Presidente Eleito da SBD, Dr. Walter Minicucci, Dra. Hermelinda Pedrosa, Coordenadora do Departamento de Pé Diabético da SBD e o Dr. Edson Perroti, Delegado da SBD em Alagoas.

Nossos agradecimentos ao Editor de Tecnologia do Portal SBD, Dr. Marcio Krakauer que carinhosamente preparou e nos enviou essas matérias com as impressões de alguns dos colegas que participaram do evento.

A grande novidade é a relização de um ATTD no Rio de janeiro em setembro deste ano, conforme comenta o Dr. Balduino Tschiedel.

Os Professores Bruce Bode e Moshe Phillip, idealizador do ATTD, também comentaram sobre Tecnologias em Diabetes e o ATTD – RJ 07 setembro 2012.

Tecnologia em Barcelona, ainda mais com semi-final Braça e Valencia no Camp Nou… Muitas foram as oportunidades para desviar as atenções do ATTD 2012.
Dr. Edson Perroti
Delegado da SBD em Alagoas.

Claro que a grande tônica do congresso foram os resultados das pesquisas na busca de “fechar a alça” do pâncreas artificial, quer seja com recurso humano interligado através de telemedicina, quer seja através de novas tecnologias ou de consórcios entre as grandes empresas produtoras de bombas de insulina e sensores de glicose-glicemias.
Dentre as novas tecnologias, destaco a “cânula inteligente” que ao detectar glicemias mais elevadas aumenta sua porosidade e o diametro dos microporos, disponibilizando de imediato maior quantidade de insulina de forma mais dispersa, possibilitando redução mais acelerada da glicemia. O inverso ocorre com a detecção de glicemias mais baixas, onde a porosidade e o diametro dos poros se tornam menores, reduzindo a velocidade e área de disponibilidade da insulina no subcutâneo.

Na área de expositores, um produto pode ter passado um pouco mais despercebido por nao estar junto às grandes industrias.
É o “HypoMon – A safer night sleep”. Trata-se de um cinto com sensor que é acoplado à criança durante a noite e através de sinais detectados no contato com a pele (aumento da sudorese e da frequencia cardíaca, entre outros), transmite um sinal sonoro e luminoso para um receptor que é colocado em local onde os pais possam ser notificados da ocorrencia de possível hipoglicemia.
Vale notar que o equipamento nao detecta níveis glicemicos através da pele, mas sinais indiretos da mesma. Está em fase final de aprovaçao na Austrália. (j Diabetes Sci Technol Vol 4, issue 1, January 2010).

Na área de posters, destaco a pesquisa de um sensor de glicose implantável, com detecção de glicemia por fluorescencia.
O tamanho de tal sensor e diminuto, aproximadamente o raio de uma moeda de 10 centavos, está em pesquisa e produçcao pela Sensors for Medicine and Science, Inc.
O sensor é implantado no subcutâneo em um procedimento simples e rápido e passa a transmitir informaçoes continuadamente , sobre os níveis glicemicos, para um receptor que foi minimizado e adaptado em um relógio de pulso, o qual que sendo um protótipo, é bastante bonito.

Finalizando, estamos nos preparando para a volta e com esperanças bastante renovadas por inúmeros avanços vistos neste excelente congresso.
Despeço-me com a mensagem de que estejamos sempre atentos aos progressos que possam melhorar e/ou facilitar cada vez mais o controle do Diabetes e desejando um bom retorno a todos os colegas que aqui estiveram.

Novas Tecnologias no Tratamento do Diabetes – ATTD 2012.